Atirai-lhes rosas

 
 
 
 
 
 
ATIRAI-LHES ROSAS
 
 
Rosas
 atirai-lhes rosas
 para cima dos púlpitos
 onde erguem carrancas
 desmesuradas
gritando impropérios
feitos hinos beatos
 
Rosas
atirai-lhes rosas
dessas
feitas de plástico
espalmadas
nas lojas baratas
 
Rosas
atirai-lhas sempre
como se estivésseis a sacudir moscas
e arrancai-os à força
do alto das cátedras
onde eles pregam hinos
de loucuras báquicas
 
Rosas
atirai-lhas sempre
vá lá
que não vos doa
o braço esquelético
que deixastes afinar
na cegueira
e no desânimo
e puxai pelos cabelos
e retirai às mãos cheias
punhados desgrenhados
que lhes atirareis também
quando as rosas se esmigalharem
de tanto suplício
 
Rosas
estas
e aquelas
deixai que cresçam
nos jardins
ou porque não
bravias e quentes
nos desertos
por onde passam
apenas carneiros 
que não as cheiram
nem as pisam
pois só querem devorá-las 
é disso que vivem
eles
os carneiros
e vós pactuais 
no rebanho sinistro
da vossa escravidão
enquanto
afastadas as rosas
das cabeças coroadas
as vozes se afinam
de novo nos púlpitos
proclamando uma fé
que nunca possuíram
mas que vos obrigam à força
a jurar de joelhos
e vós
temerosos
de todos os infernos
acenais que sim
murchas as rosas
ainda que de plástico
desfeito  o orvalho
ainda que frouxo
e sabei que foi tudo
o que tínheis para ver
no templo vazio
dos fiéis
e dos santos
 
Rosas
sempre rosas
daquelas fanadas
que nem os mortos desejam
daquelas tombadas
de todos os cenários
daquelas vendidas
nas esquinas
e nas feiras
mas atirai-as sempre
e construí um dique
uma ponte
um cerco
e tapai-lhes as bocas
consumidas e vãs
e contudo gritando
sementes de acaso

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: