NOITE

 
 
 
 
 
Vincent Van Gogh
 
 
 
 
NOITE
 
 
 
Para lá dos montes
dos oceanos
dos desertos
para lá dos céus
das nuvens
dos trovões
uma luz intensa
desdobra cambiantes
 
 
E contudo
montes
oceanos
desertos
céus
nuvens
tapam o fulgor
do brilho anunciado
em êxtase nocturno
 
 
Sim
nocturno
porque cristais e diamantes esplendem
feitos cintilação estelar
(ou gume de lua)
em explosão
e é a noite que os faz refulgir
tornados sinfonia
 
Noite
noite esplêndida
de silêncio e fantasia
noite
protecção inefável
(de pensamentos e mágoas)
noite
sinal de olvido
porta do silêncio
cobre
(em urdidura feita mansidão)
o sabor agreste
das quedas na vigília

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: