Bílis Negra

 
 
 
Melancolia, Albrecht Dürer

 
 
 
 
BÍLIS  NEGRA
 
 
A melancolia é um lago
onde o vazio espelha
suas cores opacas de negritude e medo
(ou então é ,do grego, μελαγχολία – melagcholía; de μέλας – mélas, "negro" e χολή – cholé, "bílis)
e logo se esvai a poesia
extrínseca ao estado
dito de alma
e no entanto enquistado no corpo
como bílis negra
 
 
e tudo se pulveriza
numa estranha consciência
de que mais vale afastar
o surto de líquido
feito viscosa regurgitação de humores empestados
onde a alma entorpece
e não ousa triunfar
da decrepitude instalada
pelo oceano negro
da bílis
 
 
E até o poema que parecia prestes a nascer se esgotou em prosa já que o lago negro reverbera um irisado lume de langor e doença e toda a música ecoa em rumores gemebundos alheios ao esplendor da rima e do harpejo

Uma resposta to “Bílis Negra”

  1. Alcyone Says:

     
    BRAVO! REGINA…
     
     

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: